Preciso de atirar os animais internos para o papel, numa purga diária. Se não os depuro, crescem. E há mais: quero um repositório do que faço, pouco ou muito. Por isso, que se lixe. Cada entrada será o que for e espero que isso ajude.

Entrada#21

Mais um capítulo e a certeza de que escrever pouco demora mais do que escrever muito. E continuo a minha luta contra o narrador, provavelmente porque ainda não aceitei o tipo de concisão a que me propus. Talvez agora escreva na primeira pessoa e altere para a terceira ao terminar cada capítulo. Vamos ver se resulta: borrada por borrada, não há nada a perder. 

Minha senhora

Entrada#20