Preciso de atirar os animais internos para o papel, numa purga diária. Se não os depuro, crescem. E há mais: quero um repositório do que faço, pouco ou muito. Por isso, que se lixe. Cada entrada será o que for e espero que isso ajude.

Entrada#13

Exame de consciência. Lembrar-me de que a escrita, como a vida, não vive só de entusiasmo. Que isto que agora sinto, uma força de arrasar paisagens, em breve passará. E quando passar, quando o cenário me engolir e eu deixar de me sobrepor aos obstáculos, tanto melhor, pois se a escrita, como a vida, é um acto de vontade.

Entrada#14

Entrada#12