Preciso de atirar os animais internos para o papel, numa purga diária. Se não os depuro, crescem. E há mais: quero um repositório do que faço, pouco ou muito. Por isso, que se lixe. Cada entrada será o que for e espero que isso ajude.

Entrada#20

Não me consigo empenhar nas frases funcionais como «Sentaram-se ao balcão e pediram cervejas». Não há nada de mal nelas, mas irritam-me, preferia enjeitá-las porque reduzem a narrativa. Gostava que isto fosse teatro e escondê-las em didascália. E o que mais me irrita é saber da sua importância. Por isso tenho espreitado vários livros para me assegurar de que, mesmo nos grandes, «Sentaram-se ao balcão e pediram cervejas» não é mais do que «Sentaram-se ao balcão e pediram cervejas».

Entrada#21

O coiote do Maine